domingo, 12 de maio de 2019

Estes são os 10 processos que Lula enfrenta como corrupto na Justiça do Brasil


TRÍPLEX
Lula foi condenado pela acusação de ter recebido propina da construtora OAS por meio da reforma de um tríplex em Guarujá, no litoral de São Paulo. A ação teve origem na Lava Jato, em Curitiba. A condenação foi confirmada em abril pela Quinta Turma do STJ (Superior Tribunal de Justiça), que funciona como terceira grau do Judiciário. Os ministros reduziram a pena do petista para 8 anos, 10 meses e 20 dias
OPERAÇÃO JANUS
É acusado de corrupção passiva, lavagem de dinheiro, tráfico de influência e organização criminosa por, segundo a denúncia, ter agido para favorecer a Odebrecht em Angola. A ação tramita no Distrito Federal
INSTITUTO LULA
É réu sob acusação de corrupção passiva e lavagem de dinheiro por, segundo a denúncia, ter recebido propina da Odebrecht por meio da compra de terreno para a sede do Instituto Lula, em São Paulo. A ação tramita em Curitiba
OPERAÇÃO ZELOTES
A acusação diz que Lula praticou lavagem de dinheiro, tráfico de influência e integrou organização criminosa por fazer parte de esquema para beneficiar empresas na compra de caças. A ação tramita no Distrito Federal
SÍTIO DE ATIBAIA
É réu acusado de corrupção e lavagem de dinheiro por meio de reformas e benfeitorias bancadas pelas empreiteiras OAS e Odebrecht na propriedade rural que ele frequentava no interior de São Paulo. Foi condenado em primeira instancia e recorre
OPERAÇÃO ZELOTES 2
É réu sob acusação de corrupção passiva por favorecer empresas na edição da Medida Provisória 471, de 2009. A ação tramita no Distrito Federal
'QUADRILHÃO DO PT'
Lula e Dilma se tornaram réus por decisão do juiz Vallisney de Souza Oliveira, da 10ª Vara Federal em Brasília. Eles são acusados de integrar organização criminosa
GUINÉ EQUATORIAL
Acusação trata de suposta lavagem de dinheiro devido a doação de R$ 1 milhão ao Instituto Lula em troca de interferência em negócios de empresa brasileira no país africano. É o único dos casos que tramita na Justiça Federal em São Paulo
Denúncias
Casos que ainda não viraram ações penais
LULA MINISTRO
Nomeação de Lula como ministro da Casa Civil de Dilma, em 2016, é abordada por suposto desvio de finalidade
PROPINA DA ODEBRECHT
Lula, Gleisi Hoffmann (PT-PR), os ex-ministros Antônio Palocci e Paulo Bernardo e o empresário Marcelo Odebrecht foram denunciados sob acusação de corrupção e lavagem de dinheiro por, segundo a Procuradoria-Geral da República, terem recebido propina da Odebrecht em forma de doação eleitoral

Um comentário: