terça-feira, 17 de julho de 2018

FMI reduz de 2,3% para 1,8% previsão para crescimento do PIB do Brasil

O Fundo Monetário Internacional (FMI) manteve suas projeções para o crescimento mundial deste e do próximo ano, comparativamente ao apontado em abril. Em relação ao Brasil, o FMI rebaixou a projeção de expansão, de 2,3% para 1,8% neste ano e manteve a expectativa para 2019, em 2,5%.

Segundo relatório divulgado ontem, o PIB mundial deve crescer 3,9% em 2018 e também em 2019. 

Para os países desenvolvidos, a projeção para a expansão deste ano foi revisada de 2,5% para 2,4%, refletindo principalmente as expectativas de maior crescimento nos Estados Unidos e na Área do Euro. Para as economias emergentes, as projeções para o crescimento se mantiveram em 4,9% e em 5,1%, para 2018 e 2019, respectivamente.  De acordo com o documento, o balanço de riscos para essas projeções tornou-se mais negativo para o curto/médio prazo. Esse viés baixista para as projeções de 2018-19 é explicado principalmente por: (i) escalada na tensão comercial e política, com o posicionamento mais protecionista dos EUA e a instabilidade política na Europa (por conta da questão imigratória); e (ii) os efeitos negativos do aumento da volatilidade nos mercados para o crescimento das economias emergentes. Cabe ressaltar que as projeções de crescimento mundial do Fundo permanecem próximas às nossas, de 3,8% em 2018 e de 3,7% em 2019.

Nenhum comentário:

Postar um comentário