sexta-feira, 29 de maio de 2020

Artigo, Sérgio Colle - Se os inimigos do povo quiserem a guerra civil, eles terão a guerra civil

Cidadãos brasileiros: quem aqui vos escreve é o professor Sergio Colle ,com 47 anos de trabalho na UFSC,em regime de tempo integral e (verdadeiro) dedicação exclusiva.

O Brasil já está submetido a uma ditadura de esquerda levada a efeito por desqualificados juízes do STF e da imprensa golpista,com o claro  objetivo de  depor o presidente Bolsonaro,precisamente para que os curruptos e traidores do povo tomem o poder.Diz-se que as Forças Armadas não são leais ao presidente.Na circunstância de real crise institucional de que resulte a ingovernabilidade e o caos,então, a quem recorrer ? Queira Deus que os traidores togados tenham consciência de  que o caminho trilhado pelo presidente e seus competentes e honrados  ministros é irreversível.O espírito com que o povo já está imbuído não permitirá a volta ao passado tenebroso.Aquele que optou por um Brasil livre deve saber que sua liberdade deve ser defendida, se necessário,com a morte.A história da Espanha de 1936 nos dá a lição ,segundo a qual,na divisão dos gênesis, nos restará o caminho de uma guerra civil. A profunda divisão do povo brasileiro decorrente da ameaça que paira sobre a Pátria, é uma pré condição para o confronto radical,a partir do qual a luta armada toma corpo.Uma  guerra civil tem somente um vencedor e este julga-se no direito de acertar contas com os vencidos,sem poupar também os juízes desses últimos. Tambem em nosso País,essa aposta está sendo lançada.Se eles causarem o confronto e a divisão das armas e nos levarem a uma guerra civil e se a vencermos, faremos o que os inimigos dos comunistas fizeram na Espanha: iremos justiçá- los,sem mercê.

A escolha será dos inimigos do povo e a sorte será lançada.

Que Deus nos ajude a combater o mal que se apoderou do judiciário e do legislativo.

11 comentários:

  1. QUANTA ASNEIRA E SE DIZ PROFESSOR. DEVIA SER PRESO.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É sue tipo de pessoa que construiu o comunismo e o nazismo,ao mesmo tempo que bem justifica o que escrevi.

      Excluir
    2. Joel Robiinson é canhoto e jamais defenderá a pátria. Pusilânime!
      Eu estou preparado. Que venham. Não passarão!
      Joel com medinho.
      "Si vis pacem, para bellum".

      Excluir
    3. A FILA PARA CARRASCOS VOLUNTÁRIOS DE PEÇONHENTOS VAI DO OIAPOQUE CHUÍ
      .
      ESSE GARNIZÉS DE BALADA NÃO TEM NOÇÃO DA QUANTIDADE DE BRUCUTUS TREINADOS PARA NÃO TER DÓ E NEM PIEDADE.

      NÃO TEM MAIS COITADISMO PARA O POVO DE SODOMA.

      Excluir

  2. Tenha certeza, professor Sérgio Colle, o senhor não está isolado nessa opinião!!

    ResponderExcluir
  3. Quantos estarão dispostos a morrer pela Pátria, como se canta no hino?

    ResponderExcluir
  4. Que Deus nos permita não termos q chegar as vias d fato, mas, se infelizmente assim o fizermos, temos apenas alguns responsáveis por essa situação: poder legislativo, poder judiciário e os perdedores d 2018... Eles ainda não compreenderam q ACORDAMOS, q não somos mais MANIPULADOS, q as redes d informações abertas, tais como: jornais, revistas e TVs não são mais formadoras d opiniões, q hj temos meios para buscar as informações sem manipulações e acima d tudo, cansamos de sermos ROUBADOS... portanto, TRAIDORES NÃO PASSARÃO e NÃO VOLTARÃO 🇧🇷🇧🇷🇧🇷 Deus é fiel 🙏🏻🙏🏻🙏🏻🇧🇷

    ResponderExcluir
  5. ESSA PÁGINA FOI ACEITA PELO TWITTER, POLIBIO BRAGA!

    ResponderExcluir
  6. Ou viver na Pátria Livre ou morrer pelo Brasil

    ResponderExcluir
  7. Sem perda de tempo há que se armar o povo, pois do contrário milhões morrerão.

    ResponderExcluir
  8. Gostaria de ver esse machões patriotas sairem da frente do computador e empunhar armas de verdade. É so blablablabla. Já dizia minha avó "Cachorro que late NÃO morde".

    ResponderExcluir