segunda-feira, 4 de novembro de 2019

Assaltos e squestros em Gramado

Os líderes da quadrilha são irmãos (um está no hospital e outro fugiu e está sendo caçado) e empresários na região metropolitana. Ambos são experimentados bandidos.

A Polícia Civil prendeu, ontem,  o sétimo suspeito de envolvimento no sequestro de um empresário e de dois funcionários dele em Gramado, na Serra, na última sexta-feira. O empresário assaltado era dono da chocolates Planalto e tinha vendido há pouco o seu negócio. Os bandidos sabiam da notícia.  130 policiais civis e brigadianos prosseguem as buscas por um oitavo suspeito.

A operação começou já no dia do crime e, desde então, foram registrados três confrontos. 

No primeiro deles, na noite de sexta, dois policiais foram atropelados pelos criminosos — um dos agentes segue internado em um hospital de Caxias do Sul.



Os primeiros suspeitos foram presos no sábado (2), em Taquara, quando um casal em um veículo foi abordado pela Polícia Civil. No momento da abordagem, o motorista tentou atropelar os agentes, que reagiram e atiraram contra o carro. O homem foi baleado em um dos braços e levado ao hospital. A mulher que estava com ele foi presa. Também no sábado, um homem foi preso em Gramado, na localidade de Várzea Grande, com duas pistolas calibre 9 milímetros. No mesmo local, duas mulheres foram detidas. Já no final da tarde de domingo, um homem, que, segundo a polícia, iria resgatar fugitivos em um matagal, foi preso após confronto. No mesmo dia, um criminoso rendeu um casal em uma pousada em Gramado e fugiu com as vítimas em um carro. Ao se deparar com as viaturas da Brigada Militar, ele abandonou o carro com os reféns dentro e fugiu a pé. Este é o fugitivo que segue sendo procurado..

Um comentário: