segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

Nardes está em rota de colisão com Cherini, a quem chama de egocêntrico

O editor recebeu e-mail do deputado federal Cajar Nardes (PR-RS) em que tece comentários a respeito de nota emitida neste blog, no final de semana, jogando mais luzes sobre sua relação com o presidente estadual da sigla, seu colega na Câmara Giovani Cherini, ex-PDT. Segue, pois, na íntegra:

Acompanho o seu blog e tive a surpresa de ler neste sábado uma nota que observava que eu teria AVISADO que sairei do PR por ter batido de frente com o presidente atual. Gostaria de dizer que em nenhum momento fui procurado por sua equipe e que não fiz nenhuma declaração neste sentido. Tenho sim, manifestado a minha insatisfação em relação aos rumos dados pela atual presidência no partido no Estado. O Partido da República foi construído no RS em conjunto por pessoas que fazem uma política baseada na verdade.

A (sic) poucos dias, protocolei um ofício no Diretório Estadual do PR, endereçado ao Presidente, deputado federal Giovani Cherini, solicitando que não fossem alteradas as 93 (noventa e três) Comissões Provisórias, que com muito suor e trabalho foram montadas e constituem-se no verdadeiro esteio político do nosso Partido. Roguei para que fizéssemos um grande esforço, em busca de união partidária e de fortalecimento do Partido da República – PR, em nosso Estado. A resposta que recebi pelo aplicativo Whatsapp no dia 13/12/2016, às 00:24 horas, me surpreendeu e, acima de tudo me decepcionou, tamanho o egocentrismo e individualismo no posicionamento do atual Presidente do PR, Deputado Giovani Cherini.

Transcrevo:

“Estranho tua atitude!!!! Teve a oportunidade e não fez, então, agora não me atrapalhe e não atrapalhe o PR. O PR sem você será um grande partido. Até porque fazer o que vc está fazendo com alguns presidentes, não se faz. Usando falsas informações. Sinto muito, poderíamos ser parceiros e fazer do PR, um grande partido. Comigo não tem jogo sujo, sou político a 25 anos nunca tive um político de segunda classe igual a você. Estou trabalhando para você também. Se o PR for forte você ganhará com isto. Aprenda a fazer política. Faça cursos de humildade e cursos de amor ao próximo, faça cursos para saber que pessoas não são mercadorias que você manipula como se fossem ovelhas. Aprenda a respeitar o ser humano. Boa noite!!”

Quero dizer aos meus amigos, que faço política há mais de 25 (vinte e cinco) anos, sem nunca ter agredido, maculado ou denegrido a imagem de nenhuma pessoa. Ressalto que sempre mantive minha postura humilde e de respeito a todos os companheiros e cidadãos. Contudo, como se tratam de ofensas pessoais dirigidas a mim, quero destacar que quando o deputado, me diz claramente “aprenda a fazer política”, certamente não está se referindo à matéria divulgada recentemente no programa Fantástico da Rede Globo, onde o seu nome (Giovani Cherini) esteve envolvido em denúncias de tráfico de influência, prevaricação, corrupção e estelionato. Seus assessores, em seu nome, cobravam R$ 50,00 (cinquenta reais) de pessoas humildes para furar a fila do SUS.

Da mesma forma, quando afirma que “com ele não tem jogo sujo”, certamente não deve ter sido o jogo limpo que o fez ser expulso por seus companheiros de sua antiga legenda. Assim como ele, 6 (seis) deputados e colegas de partido votaram pelo impedimento da ex-presidente Dilma Rousseff. Entretanto, apenas ele foi expulso do partido. Perguntem aos antigos companheiros do PDT o que eles pensam sobre o deputado Giovani Cherini. Ainda com seu pretenso “estilo de fazer política de 1ª classe”, no último dia 12/12/2016, fomos surpreendidos com a indicação antiética de sua esposa, Marina Rossetto Bertoncello, nomeada para exercer o cargo de Coordenadora-Geral da Bancada do PR, com padrão salarial CC (FGPL-8) no valor R$ 18.258,91 (dezoito mil, duzentos e cinquenta e oito reais e noventa e um centavos), sabendo da disponibilidade de outros cargos dentro do partido e, contrariando nossa tradição em indicações isentas de interesses particulares.

Amigos, espera-se de um Presidente de Partido atitudes agregadoras e de união. O Deputado Giovani Cherini com seu estilo egocêntrico, não possui projeto para o PR, mas usa o partido para seu projeto político pessoal. Quero aqui inteirar meus amigos e meus companheiros, que sempre estiveram comigo, desde que assumi o PR do Rio Grande do Sul e são testemunhas do meu compromisso com as pessoas de bem. Com relação a humildade e amor ao próximo, sugiro que o deputado escute nossos Presidentes das Comissões Municipais, que se dedicaram de forma gratuita para formar o nosso partido.

Nenhum comentário:

Postar um comentário