sexta-feira, 29 de junho de 2018

Cai atividade da indústria da construção civil em maio (sobre abril)

O indicador de nível de atividade da indústria da construção recuou 2,5 pontos na passagem de abril para maio, atingindo 44,4 pontos, segundo a Sondagem da Indústria da Construção, divulgada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI). T

Este é um patamar inferior ao neutro (50,0 pontos). No entanto, em comparação ao mesmo período de 2017, o índice apresenta ligeiro avanço de 0,3 ponto, reforçando a tendência de recuperação bastante gradual do setor. Já os indicadores de confiança e de expectativas, referentes a junho, indicam forte retração. O Índice de Confiança do Empresário da Construção (ICEI-Construção) desacelerou, alcançando 48,2 pontos, ante os 53,8 pontos registrados em maio e os 50,4 pontos no mesmo período do ano anterior. Esse recuo foi influenciado pela queda na margem de 5,6 pontos dos componentes de condições atuais (41,1 pontos) e de expectativas (51,7 pontos). 

As expectativas para o nível de atividade e para novos empreendimentos e serviços recuaram na leitura atual, atingindo 50,4 e 49,2 pontos, nessa ordem, bem como as expectativas para a compra de insumos e matérias primas, número de empregados e intenção de investimento, que registraram quedas e atingiram 48,8, 48,1 e 30,6 pontos, respectivamente. 

Por fim, vale destacar que esses resultados refletem também os impactos negativos causados pela paralisação no setor de transportes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário