segunda-feira, 22 de julho de 2019

Testes para identificar hepatite B e C


Ações de testagem para detecção de hepatites B e C e capacitação profissional fazem parte da programação da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) pelo Dia Mundial de Combate às Hepatites Virais, lembrado no próximo domingo. A ideia é reforçar a campanha Julho Amarelo, da Sociedade Brasileira de Hepatologia, como forma de conscientização e prevenção às doenças.

Durante a semana, a unidade móvel do projeto Fique Sabendo leva testes rápidos de HIV, sífilis e hepatites B e C ao Asilo Padre Cacique, na quarta-feira, 24, e ao Viaduto da Conceição, no sábado, 27, em parceria com a ONG Cozinheiros do Bem. Já na sexta-feira, 26, haverá capacitação com profissionais que atuam nos Centros de Atenção Psicossocial enfatizando a prevenção da hepatite C em pessoas em situação de vulnerabilidade. E no domingo, 28, a SMS participa de ação de testagem para hepatites B e C promovida pela Sociedade Brasileira de Hepatologia, das 10h às 16h, no Parque Farroupilha (Redenção), próximo do Monumento ao Expedicionário.

Porto Alegre é a capital do país com maior incidência de hepatite C, segundo dados do Ministério da Saúde de 2017. Conforme o coordenador do Serviço de Atendimento Especializado em Hepatites Virais da SMS, Eduardo Emerim, a Organização Mundial da Saúde estabeleceu como meta eliminar a hepatite C até 2030, diminuindo assim o número de mortes, transplantes de fígado e hepatocarcinoma, que é um tipo de câncer no fígado.

A hepatite provocada pelo vírus C tem maior chance de se tornar crônica, caracterizando-se como um dos maiores problemas de saúde pública no Brasil e no mundo. Estima-se que 600 mil pessoas são portadoras do vírus da hepatite C no Brasil, sendo que mais de 500 mil não sabem. “Um dos grandes desafios mundiais é aumentar a taxa de diagnóstico e facilitar o acesso da população aos serviços de saúde”, comenta Emerim.

Segundo o hepatologista, hoje a terapia é altamente eficaz e segura, com potencial de cura acima de 90%. O coordenador do serviço municipal destaca que o tempo de tratamento reduziu consideravelmente, de um ano para três meses, na maioria dos casos. Emerim, no entanto, faz um alerta. “É fundamental que as pessoas façam o teste, especialmente quem tem acima de 40 anos”, afirma.

Hepatites - A transmissão do vírus da hepatite C ocorre pelo contato com sangue contaminado, seja por transfusão ou objetos contaminados, e com o uso de drogas injetáveis. A transmissão vertical (da mãe para o bebê) é rara, cerca de 5%, e ocorre no momento do parto. O tipo B pode ser prevenido com vacinação em três doses, em qualquer idade. A principal forma de contaminação é através de relações sexuais sem proteção. Com relação à hepatite B, 62% dos casos estão entre pessoas de 20 e 49 anos, sendo que a vacinação está disponível nas unidades de saúde. A hepatite tipo A, transmitida pela água e alimentos contaminados, não se torna crônica e cura espontaneamente em 99% dos casos. Também existe prevenção com vacina para crianças a partir dos 12 meses de idade, disponível na rede pública.

Sobre o SAE - O Serviço de Atendimento Especializado em Hepatites Virais foi criado em 2012 e funciona em anexo ao Hospital Materno Infantil Presidente Vargas, avenida Independência, 661. É referência nacional no enfrentamento da doença e um dos maiores serviços não universitários, 100% SUS exclusivo para atender hepatites virais.

Programação da semana:
  • Dia 24, quarta-feira, das 13h30 às 16h, no Asilo Padre Cacique – Unidade móvel do projeto Fique Sabendoleva testes rápidos a idosos e funcionários (avenida Padre Cacique, 1178).
  • Dia 26, sexta-feira, das 13h30 às 17h, no auditório da Diretoria-geral de Vigilância em Saúde – Capacitação com profissionais que atuam nos Centros de Atenção Psicossocial trabalhando a questão da hepatite C em pessoas em situação de vulnerabilidade.
  • Dia 27, sábado, das 9h às 15h, no Viaduto da Conceição – Unidade móvel do projeto Fique Sabendo leva testes rápidos à população em situação de rua, em parceria com a ONG Cozinheiros do Bem (rua da Conceição, Centro Histórico).
  • Dia 28, domingo, das 10h às 16h, no Parque Farroupilha (Redenção), próximo do Monumento ao Expedicionário – Ação de testagem para hepatites B e C promovida pela Sociedade Brasileira de Hepatologia, com apoio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), ONG ASTRAF e Liga Acadêmica de Gastroenterologia da Escola de Medicina da PUCRS.

Nenhum comentário:

Postar um comentário