segunda-feira, 3 de abril de 2017

Inflação do IPCA será de 0,23%, próxima da meta de 4,5% no acumulado de doze meses

Inflação do IPCA será de 0,23%, próxima da meta de 4,5% no acumulado de doze meses

O resultado do IPCA de março, a ser conhecido na sexta-feira, será o destaque da agenda de divulgação de indicadores domésticos. Projetamos alta de 0,23%, favorecida pela elevação dos preços de alimentação ainda abaixo da sazonalidade do período. Com isso, a inflação acumulada em doze meses desacelerará entre fevereiro e março, ao passar de uma elevação de 4,76% para outra de 4,55%, bastante próxima do centro da meta do Banco Central. Além disso, o IGP-DI de março, que será divulgado na quinta-feira, deverá registrar estabilidade em relação ao mês anterior, com desaceleração dos preços de produtos industriais e continuidade de deflação dos preços de alimentação no atacado. Em relação à atividade, após as surpresas baixistas com os resultados das vendas do varejo e das receitas de serviços em janeiro, a produção industrial de fevereiro também deverá mostrar desempenho negativo. Espera-se contração de 0,3% na margem, informação a ser conhecida na terça-feira. Ademais, também teremos os primeiros indicadores coincidentes de março, como (i) emplacamento de veículos da Fenabrave, na segunda-feira; (ii) produção de veículos da Anfavea e (iii) indicador de comércio do Serasa Experian, ambos na quinta-feira. Por fim, diante bons resultados obtidos ao longo do mês, os economistas do Bradesco, por exemplo,m projetam superávit comercial de US$ 6,9 bilhões em março, dado a ser divulgado na segunda-feira, com destaque para a elevação das exportações.

Nenhum comentário:

Postar um comentário