segunda-feira, 22 de fevereiro de 2016

Servidores cedidos para sindicatos

O governo Sartori resolveu recrudescer e vai reapresentar o projeto que manda retornarem ao serviço público os servidores cedidos aos sinicatos.

A Assembléia recusou-se a votar o primeiro projeto.

De acordo com a Lei de Acesso à Informação (LAI), usada pelo editor, 118 servidores do Executivo estadual estão cedidos para sindicatos.

Mesmo exercendo mandato sindical, portanto sem prestar serviços nos locais para os quais foram nomeados e estão lotados, usufruindo todas as vantagens, inclusive aposentadoria integral, os funcionários públicos seguem recebendo seus proventos pelo Estado.

Mensalmente, R$ 1.345.281,38 milhão da folha de pagamento do funcionalismo é destinado a este grupo. Existem casos, como o do presidente da Fessergs Sérgio Arnoud, que recebe pelo Legislativo. Mas vale lembrar que o duodeno da Assembleia Legislativa também sai dos cofres públicos. A fonte é a mesma, também do Poder Judiciário, que igualmente possui servidores cedidos e recebendo pelos cobres públicos e não por seus sindicatos ou associações.

Existem dirigentes sindicais que recebem mais de R$ 57 mil por mês.

Esta é a lista Top 10, que é a dos dirigentes sindicais do setor público estadual que recebem mais do que o governador ou de qualquer deputado e desembargador:

A lsita vai por nome, total bruto e nome do sindicato:

Abel Henrique Ferreira
R$ 57.163,06
Ex-presidente da Afisvec
Roberto Kupski
R$ 53.582,22
Ex-residente da Federação Brasileira de Associações de Fiscais de Tributos Estaduais
Geraldo Scheibler
R$ 49.077,99
Diretor de Relações Parlamentares e Institucionais do Sindifisco-RS
Silvia Pinheiro de Brum
R$ 46.952,43
2ª vice-presidente da Ass. Dos Defensores Públicos do RS
Zulmir Ivanio Breda
R$ 45.680,79
Conselheiro do Conselho Federal de Contabilidade
Enio Julio Pereira Nallem
R$ 42.197,10
Diretor Administrativo da Afisvec
Marta Beatriz Tedesco Zanchi
R$ 40.451,54
Vice-presidente da Ass. Defensores Públicos do RS
Celso Malhani de Souza
R$ 39.216,00
Presidente do Sindifisco-RS
Altemir Feltrin da Silva
R$ 32.952,08
Presidente da Afisvec
Carlos Eduardo Bijoldo Fossa
R$ 31.745,96
Diretor Financeiro do Sindifisco-RS
OBS: Os valores que ultrapassam o teto salarial do RS (R$ 30.471,11) são descontados.

A lista abaixo foi publicada ontem pelo editor:

- Celso Malhani de Souza (Sindifisco-RS): R$ 39.216,00
- Altemir Feltrin da Silva (Afisvec):  R$ 32.952,08
- Marcelo Gomes Frota (Asofbm): R$ 25.075,21 
- Mario Claúdio Schneider Marcelino (Ugapoci): R$18.601,88 (Inativo)
- Carlos de Martini de Souza (Afocefe): R$ 15.170,34
- Sérgio Arnoud (Fessergs): R$ 14.992,91
- Joanes Machado da Rosa (Sintergs): R$ 12.880,36
- Thiago Pereira Duarte (Ass. Gaúcha de Peritos Legistas do RS): R$ 11.820,10
- Claudio Augustin (Sind. Dos servidores públicos do RS): R$ 10.081,20
- Ilorita Cansan ( Sinpol-RS): R$ 10.635,76
- Isaac Delivan Lopes Ortiz (Ugeirm): R$ 9.397,98
-Flavio Bastos Berneira Junior ( AMAPERGS-Sindicato): R$ 9.366,97
- Leonel Lucas Lima (Associação dos Cabos e Soldados da Brigada Militar): R$ 5.166,39


- Helenir Aguiar Oliveira (Cpers-Sindicato): R$ 1.834,90

4 comentários:

  1. Realmente há muita gente ganhando muito acima do teto. Nessa relação estou certo de que há um servidor cujo salário referido é o bruto e não o líquido. Convém o Governador igualmente fazer voltar ao policiamento das ruas um capitão que faz muito que era carregador de papéis na AL para o médico e deputado hoje Secretário de Transportes e que colocou esse seu estafeta como Diretor do inútil DAER. Se for para moralizar que sejam colocados no serviço ativo todos os baba ovo que há nessa administração e que não são poucos.

    ResponderExcluir
  2. Realmente há muita gente ganhando muito acima do teto. Nessa relação estou certo de que há um servidor cujo salário referido é o bruto e não o líquido. Convém o Governador igualmente fazer voltar ao policiamento das ruas um capitão que faz muito que era carregador de papéis na AL para o médico e deputado hoje Secretário de Transportes e que colocou esse seu estafeta como Diretor do inútil DAER. Se for para moralizar que sejam colocados no serviço ativo todos os baba ovo que há nessa administração e que não são poucos.

    ResponderExcluir
  3. Polibio, inativos tem o direito de fazerem o que lhes aprouver e a ninguém interessa o que fazem. Respeita, pois os aposentados que já fizeram a obrigação e nada tem a explicar para ti ou qualquer outro, Estou errado?

    ResponderExcluir