sexta-feira, 9 de dezembro de 2016

Ricardo Breier: um pacto pela paz no RS

Ricardo Breier: um pacto pela paz no RS
Presidente da OAB/RS

A OAB/RS, em conjunto com mais de 50 grandes entidades representativas, está promovendo uma união de esforços inédita, na história do RS, em prol da segurança pública.

A terrível crise de violência que nosso Estado vive é de conhecimento de todos. Cansamos de esperar ou de nos deixar levar por respostas inócuas ou pontuais que não produzem resultado. Chegou a hora de nos unirmos e utilizarmos toda a capacidade e inteligência disponível em nosso Rio Grande para superarmos a violência e reconstruirmos um ambiente de convivência pacífica, que já foi uma grande marca do nosso Estado.

Estamos promovendo um grande esforço para conhecer de forma mais profunda as experiências de cidades, Estados e países que tiveram sucesso em superar ondas de violência como a que vivemos hoje.

Na segunda-feira, 12, daremos o passo inicial com a realização do 1º Encontro Gaúcho pela Segurança Pública: construindo um grande pacto pela paz no RS, ouvindo importantes experiências de São Paulo, Rio de Janeiro e Pernambuco, aprendendo com seus acertos e seus erros. E, no início do próximo ano, realizaremos um seminário internacional, para conhecermos as experiências de Nova York, Chicago, Bogotá, Medellín e outros locais.

O objetivo é construirmos um pacto pela paz no RS, que consiga unir instituições, corporações, mídia, universidades, igrejas, empresários e sindicatos, em torno de ações já experimentadas que deram resultado concreto.

Não podemos deixar nossas polícias sozinhas para enfrentar um problema tão complexo. Até mesmo pela falta de recursos financeiros, precisamos organizar nossos esforços para que o Estado e os municípios possam implementar ações conjuntamente, bem como os demais poderes e atores sociais. O crime só é organizado quando a sociedade é desorganizada.


As crises que se abatem sobre o nosso país e, de forma tão trágica, sobre o Estado não podem nos fazer esmorecer, nem servir de desculpa para o imobilismo. É nas grandes tempestades que se conhecem os grandes navegadores. Chegou a hora de nos darmos as mãos e voltarmos a guiar o Rio Grande para o caminho da paz.

Nenhum comentário:

Postar um comentário