quinta-feira, 11 de agosto de 2022

Artigo, Cláudia Woellner Pereira - Tempos para valentes

- Cláudia Woellner Pereira, tradutora e redatora

Cláudio Duarte, pastor carioca, é conferencista respeitado na área de casamento e família.   A sua marca  é o humor, a leveza com que aborda assuntos complexos. Se não fosse a vocação sacerdotal, talvez desfilasse entre os talentos da comédia stand-up.

Daí a grande surpresa. Em vídeo, que viralizou na Internet e em virtude do qual recebeu ameaças, o tom do sempre divertido Cláudio Duarte é outro. Extremamente grave. Qual o tema? Nossa Pátria Amada, Brasil!

Por que um homem, cujo compromisso exclusivo é anunciar valores eternos, resolve adentrar outra seara e  expor a própria vida? O que ele denuncia? Por que sofreu  ameaças?

 No vídeo, Cláudio Duarte declara que não pode mais ficar calado. “Não dá mais! Eu prefiro que meu filho, meu neto, olhe pra mim ou pro meu nome daqui a alguns anos e diga: vovô levantou uma bandeira, lutou por ela, morreu por ela, não foi covarde”.

Quem o conhece sabe que não se trata de bravata, apelo emocional ou estímulo a qualquer tipo de conduta violenta. Medindo as palavras, pois sabe o risco que corre, Cláudio Duarte chacoalha os cristãos e a sociedade brasileira na tentativa de remover vendas que têm obscurecido o entendimento até mesmo de pessoas de boa vontade.

A ignorância é uma das vendas mais comprometedoras. Duarte afirma que, durante muitos anos, se pensou que “crente” (vamos entender aqui como todo aquele que professa uma fé) não deveria envolver-se em política. A ausência, ou o pequeno número, de homens e mulheres cristãos  nas esferas de poder  tem permitido a implantação de políticas públicas nefastas.

Como conciliar, por exemplo, as principais bandeiras do cristianismo, que são vida,  paz, amor entre todos, com luta de classes, com exaltação de uns em detrimento de outros, com aborto, com intolerância, com uniformização de ideias e de discurso que passam por cima de  liberdades individuais? 

Aqueles que entendem e praticam a fé deveriam estudar os  princípios ideológicos que sustentam os partidos de base marxista para não serem enredados por sofismas.  Na pesquisa, no conhecimento, é possível detectar a total incompatibilidade entre a concepção de homem e de mundo das duas linhas e seus respectivos desdobramentos para comportamento em sociedade e exercício de governo. 

Cláudio Duarte desafia o público a verificar na Internet o que anda acontecendo nos países vizinhos ao Brasil,  onde o tipo de projeto de governo  defendido pelo PT, por exemplo, já está em andamento. Venezuela? Chile? Argentina? Não são mencionados no vídeo. Mas há dúvidas? Três importantes centros produtores de valores intelectuais, culturais e econômicos  da América do Sul que foram e estão sendo destruídos para dar lugar a regimes totalitários.

Cláudio Duarte escolheu posicionar-se e esclarecer aqueles que estão sob sua liderança. 

Tempos para valentes.


2 comentários:

  1. Ah, qual é a novidade que a dupla CACHACEIRO LADRÃO & ZÉ DI@BO , se retomarem o poder, irão implantar a maravilha socialista no Brasil?
    Se o povo brasileiro deseja ardentemente virar mendigo e escravo dalgum barbudinho psicopata, PHODA-SE O POVO, que faça bom proveito!!!

    ResponderExcluir
  2. Chegou a hora do BEM lutar contra o MAL. Até então aceitávamos ( ou melhor, não tomávamos conhecimento). Agora... abriram-se-nos os olhos e entendemos o valor que temos (que supremo é o povo).Chega do mal prevalecer. Vamos as ruas vestidos de verde e amarelo, com bandeira em punho salvar nossa Pátria desse socialismo, desse comunismo que quer nos derrotar. A luta é ferrenha, mas a causa é justa

    ResponderExcluir