quarta-feira, 25 de julho de 2018

Indústria retoma recuperação, diz CNI

Os números refletem dissipação dos efeitos das greve dos caminhoneiros.

A Sondagem da Indústria, divulgada ontem pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), apontou avanço de 9,2 pontos do indicador de produção na passagem de maio para junho, alcançando os 50,8 pontos, patamar acima do nível neutro, de 50 pontos. 

O resultado refletiu dissipação dos efeitos da paralisação do setor de transportes, ocorrida no final de maio. 



Na comparação com o mesmo período do ano anterior, o índice avançou 3,1 pontos. Já a utilização da capacidade instalada (UCI) aumentou 3 pontos percentuais na margem, atingindo 66%. Os estoques, por sua vez, apresentaram recuo, para nível abaixo do neutro. No que tange às percepções empresariais em julho, a Sondagem capturou melhora na margem na maior parte dos indicadores de expectativas, tais como demanda, compras de matérias-primas, quantidade exportada e número de empregados. A melhora na confiança neste mês, capturada pela CNI  indica um ritmo bastante gradual de recuperação da atividade econômica. Contudo, essa melhora deve ser lida com cautela, pois não foi corroborada pelo indicador de confiança capturado pela FGV, que registrou recuo neste mês.

Nenhum comentário:

Postar um comentário