sexta-feira, 18 de outubro de 2019

Medalha para Mourão

O general Hamilton Mourão recebeu, esta manhã, a Medalha do Mérito Farroupilha. Esta condecoração é a honraria máxima do Legislativo gaúcho. A sessão nobre foi realizada no plenário da Assembleia Legislativa . A homenagem foi proposta pelo deputado estadual Tenente-Coronel Zucco. 

Uma das autoridades presentes foi o prefeito Marchezan Júnior.

“Já recebi muitas homenagens durante a minha vida, mas esta é especial. Foi entregue pelo povo gaúcho e leva no nome Liberdade, pois ser Farroupilha é lutar pela liberdade”, destacou o vice-presidente. O general Mourão, visivelmente emocionado, disse que o mundo está estacionado e o Brasil tem uma via aberta para crescer e se desenvolver, desde que sejam feitas as reformas necessárias. “A visão do nosso governo é chegar a 2022 com as essas reformas realizadas”, afirmou. 

O deputado Zucco dividiu sua manifestação em duas partes. Na primeira, destacou o fato de o general Mourão liderar pelo exemplo e disse ter orgulho de se considerar amigo do vice-presidente. Depois, exibiu um vídeo com depoimentos de oficiais militares, ex-colegas de turma na Academia Militar e amigos de Mourão, e também mensagens de familiares. “O general me inspirou na vida militar e, agora, me inspira no exercício do mandato de deputado estadual”, finalizou.

Trajetória - Antônio Hamilton Martins Mourão nasceu em 15 de agosto de 1953, em Porto Alegre. Filho de general, ingressou no Exército Brasileiro em 26 de fevereiro de 1972, ao ser admitido na Academia Militar das Agulhas Negras (Aman), em Resende, no Rio de Janeiro. Três anos depois, em dezembro de 1975, foi designado aspirante-a-oficial de artilharia. Além dos cursos de formação e aperfeiçoamento, dos estudos militares na Escola de Comando e Estado-Maior do Exército e do curso de Política, Estratégia e Alta Administração do Exército, concluiu os cursos Básico de paraquedista, mestre de salto, salto livre e guerra na selva.

Durante a trajetória militar, foi instrutor da Aman, participou da Missão de Paz em Angola, foi adido militar na embaixada do Brasil na Venezuela e comandou o 27º Grupo de Artilharia de Campanha em Ijuí, no Rio Grande do Sul. Como oficial general, comandou a 2ª Brigada de Infantaria de Selva, em São Gabriel da Cachoeira, no Amazonas, e a 6ª Divisão de Exército, em Porto Alegre. Foi comandante militar do Sul e secretário de Economia e Finanças do Exército. Foi também presidente do Clube Militar na cidade do Rio de Janeiro.

Depois de passar para a reserva, em fevereiro de 2018, filiou-se ao PRTB, iniciando assim sua carreira política. Nas eleições de outubro de 2018, foi eleito, na chapa do presidente Jair Bolsonaro, vice-presidente da República Federativa do Brasil, posto que ocupa desde 1º de janeiro de 2019.

A sessão solene de condecoração ao vice-presidente contou com a presença do presidente da Casa, deputado Luis Augusto Lara; do senador Lasier Martins; do comandante do Comando Militar do Sul (CMS), general Miotto; do presidente do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), desembargador federal Victor Luiz dos Santos Laus; de deputados federais e estaduais, prefeitos e lideranças empresariais, e representantes de entidades, além de amigos e familiares do homenageado. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário