segunda-feira, 16 de julho de 2018

Setor de serviços recuou 3,8% em maio

O volume de serviços prestados às famílias e empresas recuou 3,8% em maio, na comparação com o mesmo período de 2017, segundo a Pesquisa Mensal de Serviços (PMS), divulgada na sexta-feira pelo IBGE. Esse resultado surpreendeu positivamente o mercado, cuja mediana das estimativas apontava para retração de 4,1%.

Contribuíram para essa queda todos os cinco segmentos do indicador, sendo eles o de transportes, serviços auxiliares dos transportes e correio (-7,8%), serviços profissionais, administrativos e complementares (-3,0%), outros serviços (-1,7%), serviços de informação e comunicação (-1,4%) e serviços prestados às famílias (-1,3%). Na comparação com abril, o indicador agregado também registrou variação negativa de 3,8%, descontada a sazonalidade. Essa variação veio após a alta de 1,1% observada na leitura anterior. No mesmo sentido, a receita nominal recuou 3,7% na margem e 2,1% na métrica interanual. Vale destacar que o resultado negativo reflete os impactos da paralisação no setor de transportes ocorrida no final de maio. Avaliamos que a variação negativa do segmento de transportes, serviços auxiliares dos transportes e correio será revertida na próxima leitura, com a dissipação dos efeitos da greve.
Inflação

Nenhum comentário:

Postar um comentário