sexta-feira, 9 de fevereiro de 2018

Conab reestima para baixo produção de grãos

A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) divulgou ontem a quinta estimativa para a safra 2017/18 de grãos, com estimativas de área plantada e de produção. 

De acordo com o levantamento, a área plantada será de 61,0 milhões de hectares, o que representa uma ampliação de 0,2% ante a safra 2016/2017. Dentre as culturas mais relevantes, as estimativas de maiores altas de área estão associadas ao algodão (17,4%) e à soja (3,3%). Em sentido contrário, a área de milho deverá diminuir 6,6%. A produção, por sua vez, está estimada em 225,6 milhões de toneladas, recuando 5,1% em relação à safra passada, que foi recorde (237,7 milhões de toneladas). 

Na comparação com a quarta estimativa, divulgada no mês passado, a produção foi revisada para baixo em 1,0%, refletindo a reavaliação com as produções de milho 1ª safra (em -1,7%) e 2ª safra (em -5,8%), influenciada pela expectativa de redução da produtividade e da área para a cultura, que deverá alcançar 88 milhões de toneladas neste ano (queda de 10% ante a safra anterior). Já a estimativa para a produção de soja passou de 110,4 para 111,6 milhões de toneladas, o equivalente a uma ampliação de 1,0% ante o mês anterior (queda de 2,2% em relação à safra passada). As produções de arroz e de feijão devem diminuir 5,6% e 2,9%, respectivamente, na atual safra. Por outro lado, é esperado aumento da produção de algodão, em 16,8%. A expectativa de menor volume produzido de grãos, ainda que seja o segundo melhor de todos os tempos, poderá levar a alguma elevação dos preços agrícolas neste ano.

Um comentário:

  1. http://g1.globo.com/rs/rio-grande-do-sul/noticia/2015/07/ex-prefeito-e-condenado-por-improbidade-administrativa-no-rs.html

    ResponderExcluir