domingo, 22 de julho de 2018

Artigo, Marcelo Aiquel - Os postes estão fazendo xixi nos cachorros

         A “bomba” (para os esquerdopatas) desta semana foi o manifesto assinado pelos anarquistas que comandaram a bagunça de 2013/2014 (pré-Copa do Mundo).
         Se bem que nada mais surpreende os brasileiros, vide o “golpe contra Lula”; ou “a arrogância da senadora Gleise Hoffmann”, que esperneia e grita barbaridades para tentar se salvar (ela que é ré em vários processos).
         Pois bem, com exemplos deste quilate assistimos a um grupelho de terroristas (baderneiros fantasiados de “ativistas”) atacar o magistrado que os condenou. Afinal, depois de Lula e o PT (sempre com o apoio dos seus capachos amestrados) criticarem ofensivamente à Justiça como um todo (sem receberem qualquer reação digna), a moda pegou geral.
         E não é que a “turma de baderneiros da gaúcha Sininho” (que baita ofensa á parceira do Peter Pan, não?), após quebrarem meio Rio de Janeiro, num protesto violento e descontrolado, acusa agora – sem qualquer pudor – ao ex-governador Sergio Cabral de ser o grande vilão do caos econômico nacional, como se o político carioca tivesse organizado sozinho a Copa do Mundo no Brasil. Pudera, pois é uma barbada chutar cachorro morto!
         É praxe no direito culpar-se o Juiz da causa, sempre que os bons argumentos inexistam. Exatamente como no caso deste “manifesto” ridículo, feito á moda ensinada pelo PT, pelo Lula e pela Dilma.
         Todos, uns grande injustiçados...

Um comentário: