quinta-feira, 10 de maio de 2018

Entrevista completa com Osmar Terra, deputado Federal do PMDB do RS, ex-ministro do Desenvolvimento Social

A imprensa uruguaia registra o aumento preocupante na fronteira com o Brasil, decorrente da guerra de quadrilhas de traficantes de drogas como maconha, crack e cocaína. O que está havendo ?
Cidades como Chuy, ou mais no interior, Minas e San Carlos, viraram locais de crimes sangrentos. Aliás, é só consultar a notícia que saiu no jornal  El Observador, de Montevidéu, no dia 9 de maio.
             
Então não acabou o narcotráfico com a liberação da venda e consumo da maconha ?     
A situação chegou ao ponto de o exército uruguaio ser chamado para ajudar a polícia no combate ao narcotráfico, especialmente na fronteira com o Rio Grande do Sul.

Tem gente que acha que a política de liberação da droga é um sucesso.
As autoridades uruguaias reconhecem o fracasso do controle legal da maconha, pois apenas 15% dos consumidores usam os meios legais de venda da droga.;

O senhor tem números ?
De acordo com dados oficiais, 23.161pessoas estão cadastradas para comprar nas poucas farmácias que vendem a tal “maconha legal” e 147 mil compram de traficantes, o que agrava a insegurança, aumenta o número de homicídios e guerra de gangues. Os dados são do Instituto de Regulación y Control del Cannabis (Ircca) e divulgados pela Junta Nacional de Drogas. Os consumidores registrados compram maconha em 12 das 1.200 farmácias do país. Eram 16, mas algumas saíram do negócio devido às restrições dos bancos comerciais  em operar com empresas ligadas ao negócio.

As farmácias não eram mais respeitadas ?
A maioria recusou ser identificada como boca-de-fumo – prossegue Osmar Terra -. São locais de vendas de medicamentos que favorecem a saúde e não quiseram vender algo que faz mal.

O governo do Uruguai não parece reconhecer qualquer fracasso ?
Não sou eu, mas o governo uruguaio que reconhece o tremendo fracasso da liberação, uma ideia disparatada de José Mujica.

2 comentários:

  1. Osmar Terra já tinha avisado que isso aconteceria.

    ResponderExcluir
  2. Idéia de Mugica financiada através lobbies por George Soros. Mugica mais um político servo da Nova Ordem Mundial.

    ResponderExcluir