sexta-feira, 12 de janeiro de 2018

Safra de grãos deste ano será 4,1% menor, diz Conab

A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) divulgou ontem a quarta estimativa para a safra 2017/18 de grãos. O relatório indicou a manutenção da área plantada em relação ao esperado à estimativa anterior, mas o aumento da produtividade o fez revisar para cima a estimava de produção. A área plantada está estimada em 61,5 milhões de hectares, alta de 1,1% ante a safra anterior. As principais culturas com expansão prevista de área são o algodão (11,9%) e a soja (3,2%). No sentido contrário, a área plantada de milho deverá ser reduzida em 2,9%. 

A estimativa de produção foi revisada para cima, passando de 226,9 milhões de toneladas na estimativa anterior para 227,9 milhões de toneladas. Essa estimava, entretanto, é 4,1% inferior à produção recorde registrada na safra de 2016/17. Ainda em relação à safra anterior, a produtividade estimada está em um patamar mais baixo em função principalmente de fatores climáticos e investimentos em tecnologia, a despeito da revisão para cima em relação ao relatório de dezembro. As produções de arroz e de feijão devem sofrer queda de 5,7% e 2,7% em comparação com a safra de 2016/17, respectivamente. Para o milho a produção esperada é de 92,3 milhões, caindo 5,6% ante a safra anterior, influenciada especialmente pela retração de 17,3% da produção da 1ª safra. Já a produção de soja deve somar 110,4 milhões de toneladas, um recuo de 3,2% na mesma base de comparação, enquanto a produção de algodão deve subir 11,1%. Vale ressaltar que a melhor perspectiva para a produção de grãos foi influenciada pela revisão da safra de soja, cuja estimativa aumentou 1,1% em relação a dezembro. Embora a expectativa seja de aumento da área plantada em todas as regiões, espera-se redução da produção por conta da diminuição da produtividade. 

Portanto, apesar da revisão altista da safra, o menor volume produzido de grãos no país reforça a expectativa de elevação moderada dos preços agrícolas neste ano.

Nenhum comentário:

Postar um comentário