terça-feira, 15 de janeiro de 2019

Artigo, Gustavo Grisa - Governo mostra bom senso e pragmatismo econômico

O governo está mostrando bom senso e pragmatismo econômico. Isso é bom sinal, pois a recuperação dos investimentos e do emprego é o mais importante.

Foi correta a decisão do governo brasileiro em manter a adesão ao Acordo de Paris, evitando risco de retaliações sobre as exportações brasileiras, principalmente da União Europeia.

Essa decisão, soma-se à substituição da direção da APEX, à separação de foros entre meio ambiente e agricultura e a disposição de discutir mais a fundo algumas questões da reforma da Previdência, assim como um maior cuidado ao tratar da questão do Mercosul. É um sinal de que um dos principais riscos apontados em nosso relatório de Cenários 2019, recém publicado,  a chamada ´Trump Trap´, ou seja, a tentativa de alinhamento retórico externo e econômico ao governo Trump, não deve prevalecer sobre a necessidade de maior inserção econômica e comercial global do Brasil.

O grande ponto de definição será o posicionamento de Bolsonaro no Fórum de Davos, na próxima semana. É uma oportunidade de se afirmar internacionalmente como um País realmente disposto a recuperar-se economicamente. E isso passa por posicionar-se de forma pragmática em foros internacionais, ainda que buscando priorizar os grandes parceiros. O entendimento é de que, até o momento, a equipe econômica e um pensamento estratégico de médio e longo prazo, estão prevalecendo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário