sexta-feira, 25 de maio de 2018

23o Congresso Brasileiro de Ufologia - Serviço

SERVIÇO

23º Congresso Brasileiro de Ufologia
Quando: de sexta (25) a domingo (27)
Onde: Hotel Embaixador: R. Jerônimo Coelho, 354 - Porto Alegre
Quanto: de R$ 230 (apenas conferências) a R$ 490 (incluindo jantar de confraternização e workshop)
Informações: (67) 3341-8231 e portoalegre.ufologiabrasileira.com.br

PALESTRANTES

 Luis Elizondo (Estados Unidos)
Comandou o Programa Avançado de Identificação de Ameaças Aeroespaciais (AATIP), uma operação do Departamento de Defesa dos Estados Unidos que transcorreu secretamente dentro do Pentágono. Vai apresentar um painel chamado "Finalmente revelados os segredos que o Pentágono mantinha sobre UFOs" no domingo.


Júlio Chamorro (Peru)
Oficial da reserva da Força Aérea Peruana (FAP), foi fundador e diretor da Oficina de Investigación de Fenómenos Anómalos Aeroespaciales (OIFAA), a entidade oficial de seu país para pesquisa ufológica, criada pelo governo em 2002. Apresenta "Um protocolo conjunto de investigação de fenômenos aeroespaciais anômalos" no sábado.


Ariel Sánchez (Uruguai)
Vice-presidente da Comisión Receptadora y Investigadora de Denuncias de Objectos Voladores No Identificados (Cridovni), a entidade oficial da Força Aérea Uruguaia (FAU), é especialista em segurança aeronáutica, controle de tráfego aéreo e operação de radares. Vai falar sobre "A pesquisa ufológica oficial desenvolvida no Uruguai".


Andrea Simondini (Argentina)
Filha da pioneira ufóloga argentina Silvia Simondini, criou com ela o Museu OVNI, em Entre Rios. Andrea foi fundadora e é a atual dirigente do Centro de Estúdios del Fenómeno OVNI da República Argentina (Cefora), que pede governo do país a liberação de seus segredos. Apresenta "Os resultados da investigação ufológica oficial na Argentina".


Rodrigo Fuenzalida (Chile)
Foi consultor científico do general Ramón Vega, da Força Aérea Chilena (FACH), que propôs a criação do Comité de Estudios de Fenómenos Aéreos Anómalos (CEFAA), o órgão oficial chileno de pesquisa ufológica. Seu painel é intitulado "Duas décadas de investigações oficiais de UFOs no Chile".

2 comentários:

  1. Quem está no espaço não são os discos voadores e sim os políticos em Brasília que não sabem de nada o que acontece no Brasil.

    ResponderExcluir
  2. Eu acredito na existências dos discos voadores - UFOs -, assim como acredito na inocência do Lulla, no fato de que os americanos não pousaram na lua em 1969, piamente de que Hitler - com 129 anos bem vivos - está homiziado numa fazenda argentina, de que o Tancredo Neves foi assassinado, de que Élvis Presley, com seus 83 aninhos, está vivinho da silva em um paraíso do litoral da França....

    ResponderExcluir