quarta-feira, 23 de maio de 2018

TRF4 nega embargos e manda prender Delúbio e Ronan Maria Pinto

Quatro tiveram embargos negados. Ronan Maria Pinto teve o recurso parcialmente provido para diminuir o valor da reparação do dano

O Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) negou hoje os embargos de declaração do ex-tesoureiro do PT Delúbio Soares de Castro, do operador Enivaldo Quadrado, do economista Luiz Carlos Casante e do empresário Natalino Bertin. 

A 8ª Turma deu parcial provimento aos declaratórios do empresário Ronan Maria Pinto e reduziu o valor da indenização para R$ 6 milhões. Eles recorreram após ter a condenação por lavagem de dinheiro nos autos da Operação Lava Jato confirmada pelo tribunal em março deste ano.

Ao final do voto, Gebran determinou o início do cumprimento das penas por estarem esgotados os recursos em segundo grau

Nenhum comentário:

Postar um comentário