quarta-feira, 3 de abril de 2019

Artigo, Carlos Reis - A verdadeira questão é: quem matou mais: Hitler ou Stalin?


“Nós socialistas, inimigos, inimigos mortais do atual sistema econômico capitalista com sua exploração dos economicamente fracos, com seus salários injustos, com sua avaliação imoral dos indivíduos de acordo com sua riqueza e dinheiro, ao invés de avaliar sua responsabilidade e conquistas... nós estamos determinados sob quaisquer circunstâncias a abolir esse sistema”.
                                                Hitler, discurso 1º de maio de 1927

Então Hitler não era de direita. Mas não esqueçamos a conveniência e a circunstância desse discurso. Isso pode ser conferido no site https://www.snopes.com/fact-check/hitler-nazis-capitalist-system/ onde o autor assinala que as palavras e as ideias são de Gregor Strasse.
Por outro lado, para além da influência de Gregor Strasse, Hitler teve outros momentos para se manifestar socialista e até comunista. Mas a questão é mais complexa do que se optar por uma das duas partes ou lados: esquerda e direita não são categorias hábeis a distinguir o socialismo ou o capitalismo do Partido de Hitler.
Que não nos enganemos pelo nome Nazional-Socialist também.
Hitler ingressou no partido fundado por Anton Drexler em 1919, no pós-guerra imediato, em um momento quando abundavam partidos de esquerda que se auto-intitulavam socialistas, e em um ambiente europeu assustado com os bolcheviques de Lenin. Com o sucesso dele e do partido nas cervejarias de Munique, o discurso socialista veio a perder força para o discurso anti-semítico fanático. Perto de 1927, depois da prisão e do putch da cervejaria em Munique em 1923, o partido tinha ganhado dimensão nacional e Gregor Strasse (e seu irmão Otto Strasse) dominavam o norte do país. O perigo bolquevique (Lenin morreu em 1924) tinha passado.
Consolidado no poder em 1933, Hitler já podia dar ares de simpatia com os comunistas russos de Stalin. O próprio Stalin já ajudava a futura máquina de guerra do Hitler. Em 1935, depois da tentativa de ocupação militar da Renânia, Hitler vem a pedir e receber mais ajuda russa. Lembro que o Tratado de Versailles proibia a existência de um exército com armas pesadas, e somente permitia o Reichswehr com 100 mil homens. Os submarinos alemães que atacaram a marinha inglesa foram fabricados às escondidas na União Soviética.    
Hitler era também hábil na linguagem dupla. Se no discurso atacava os judeus bolcheviques Lenin, Stalin, Molotov, Bukharin, Zinoviev, Trostski, por outro lado negociava com os soviéticos para manter viva sua idéia imperialista militar.
Os pactos secretos posteriores entre os dois regimes totalitários fazem as categorias direita/esquerda parecerem simples demais e insuficientes para explicar a posição ideológica relativa do Nacional Socialismo. Se Stalin, de fato, arrastou Hitler para uma guerra mundial, o motivo não estaria no socialismo do partido Nazista nem de Hitler, mas no interesse russo. De qualquer modo, em 1941 Hitler ataca Moscou e perde a guerra por isso. E ainda ajudou a União Soviética a ocultar todos as suas atrocidades. 0 genocida era Hitler e não Stalin. É assim até hoje, ou não?
O critério que desempata pode ser a função do Estado. Em ambos os regimes o estado é brutalmente forte. Por esse critério o fascismo de Mussolini também poderia ser lembrado como sendo não capitalista e não democrático, porque regimes democráticos parlamentares ou constitucionais nunca tiveram um Estado monstro com formato totalitário.  A economia era rigidamente controlada nos três totalitários. A censura não era típica de um país de direita nem de economia livre. A discussão é bizantina, então. O que resta muito claro é que ninguém matou tanto quanto os comunistas ou socialistas e isso a nossa esquerda atrasada e corrupta não quer admitir.

4 comentários:

  1. Ridículo, confunde socialismo alemão com comunismo e marxismo. Va ler o livro do Joachim Fest o maior biografo de Hitler. São 1050 paginas e 200 paginas sobre tudo isso, Va visitar na Austria o museu do Nazismo e apague todos os documento que dizem que Hitler era de direita, e aproveita e va visitar o Museu do Fascismo o mentor de Hitler. Sabe nada de história.

    ResponderExcluir
  2. Tá. Mas quem matou mais? Essa é a principal disputa. Nenhum deles presta. Só Lenin e Stalin são considerados heróis por todos esquerdistas. Até Hitler foi tido como pessoa admirável por Lula, ou já esqueceram?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A contagem dos mortos pelos comunistas ainda não parou. Deve estar na casa dos 200 milhões

      Excluir
  3. Pouco entendo de história.Prá mim o que é determinante na definição desses movimentos,é o caldo de origem comum.Pessoalmente acredito que foram paridos pelo capeta em um dia de diarreia.

    ResponderExcluir