domingo, 20 de junho de 2021

Bolsonaro reafirma que Leite fez má gestão na área da saúde

 Em conversa com apoiadores, o presidente afirmou: “Não sei. Eu sei que o MP pediu para todos o destino do dinheiro. Tem governador que não encaminhou ainda. Não sei, não vou falar que ele fez mau uso do dinheiro. Pode ter enfiado num outro lugar, pode ser até legal, mas o dinheiro era para a saúde”.

 Em resposta enviada ao STF (Supremo Tribunal Federal), o presidente Jair Bolsonaro afirmou que o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB), faz uma “má-gestão”, mas nega que tenha o acusado de “irregularidades“.

O documento é resposta à ação ingressada pelo tucano na Corte em que ele pede explicações ao presidente sobre declarações em relação ao uso da verba enviada ao governo estadual para combater o coronavírus. Em março, em entrevista à Rede Bandeirantes, Bolsonaro perguntou onde o governador havia “enfiado” “essa grana“, sugerindo um possível desvio de recursos.

“Em momento algum sugeri que o interpelante tenha cometido qualquer ilícito penal, tampouco pretendi ofender a sua honra. Não caluniei ou difamei o governador do Estado. Ao contrário, apenas critiquei duramente o governador, promovendo o natural e desejável debate político, típico de um ambiente de disputa por espaços. É perfeitamente natural que críticas e questionamentos públicos surjam com frequência, sempre sob o escopo do pluralismo político e da liberdade de expressão”, afirma o presidente.

Em 3 de junho, Bolsonaro voltou a levantar suspeitas sobre o uso de dinheiro federal enviado ao Estado do Rio Grande do Sul.


Nenhum comentário:

Postar um comentário