sexta-feira, 20 de julho de 2018

DHB é arrendada


O parque industrial da DHB Componentes Automotivos, Porto Alegre, que teve falência decretada na semana passada, será arrendado durante seis meses, podendo ser renovado pelo mesmo período. Conduzida pelo administrador judicial da fabricante de autopeças, a proposta foi homologada nesta quinta-feira pela juíza Giovana Farenzena, da Vara Empresarial da Comarca de Porto Alegre. A magistrada havia concedido o período de cinco dias para que fossem encontradas possibilidades para a continuidade da operação. Enquanto isso, será buscado um comprador.
      
Diante do pedido de manutenção das atividades encaminhado pela empresa falida, o escritório Medeiros & Medeiros Administração Judicial buscou, dentro do prazo, alternativas no mercado. Entre as soluções levantadas, o arrendamento parcial se mostrou a mais adequada, e a negociação com o interessado já está em curso. A receita obtida irá para credores da massa falida e para quitação de despesas operacionais.


 DHB Componentes Automotivos
A fabricante de autopeças tem um passivo de R$ 529 milhões – sendo R$ 236 milhões em dívidas tributárias e R$ 293 milhões para o quadro geral de credores (classes 1 a 4). Antes do decreto de quebra, a empresa estava com 116 funcionários em seu quadro, dos quais 80 trabalhavam na unidade industrial. Existem hoje em torno de 600 reclamatórias trabalhistas em andamento. A falência foi determinada, dia 11 de julho, porque a empresa não conseguiu se reerguer e cumprir o plano de recuperação judicial.





Nenhum comentário:

Postar um comentário