terça-feira, 3 de dezembro de 2019

Diálogos

A conversa foi entregue na Polícia e uma cópia foi parar no site do jornal Zero Hora. Existem outros áudios. Ldi, no caso, falava em nome do presidente Vitor Koch. Eis trecho de um dos áudios de gravações feitas pelo presidente da Federação de CDLs do RS, Vitor Koch, e que registra conversas com o vice Fernando Palaoro, que o denunciou por desvios de R$ 10 milhões de dinheiro da entidade:


Lodi — Tu foi vice-presidente 12 anos, ficou junto, viu todos esses erros, não consigo te entender, tu também vai ficar com problema, Fernando, pense bem. 
Palaoro — Posso ficar com problema, sim.
Lodi — Se tu denunciar, mas tu tava sabendo de tudo isso.
Palaoro — Documento que eu assinei, tenho certeza que estão todos eles na legalidade. 
Lodi — Os documentos são as atas.
Palaoro — Encontra alguma ata que eu autorizei ou avalizei que fosse feitos pagamentos da forma que são feitos.
Lodi —  Isso também ninguém assinou.
Palaoro — É decisão tomada, eu dei um prazo. Pelo que tu tá me ligando, tu será o interlocutor.
Lodi — Sim, o presidente me pediu.
Palaoro — Estou totalmente decidido, é só questão de eu saber de vocês se há o interesse ou não.
Lodi — Tu pode me responder uma pergunta: teu interesse tu pede R$ 500 mil para tu não falar nada, é isso?
Palaoro — Exatamente.
Lodi — Mas o que garante esses R$ 500 mil, vamos dar o exemplo que ele (presidente) tivesse (o dinheiro). Ah, vou dar minha palavra?!



Palaoro — Não tenho como dar garantia, a única coisa que te digo é assim: eu tô sumindo, tô indo para a Europa, tenho cidadania italiana, e vocês terão o prazer de nunca mais ouvir falar do Fernando Luis Palaoro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário