sexta-feira, 7 de junho de 2019

IGP-DI continuou em desaceleração, com alta de 0,40% em maio


O IGP-DI, divulgado há pouco pela FGV, registrou alta de 0,40% em maio. Embora o resultado esteja acima  da expectativa do mercado (0,29%), houve uma desaceleração significativa em relação à variação de abril (de 0,9%). A principal influência baixista foi o desempenho do IPA Agrícola, que acentuou sua deflação em relação ao mês anterior (-2,28% ante -0,41%). Dentro desse grupo, destaque para os recuos dos preços de ovos, arroz e laranja.
No mesmo sentido, o IPA Industrial desacelerou de 1,60% para 1,46% neste mês. Este movimento de queda se concentrou produtos alimentícios e derivados do petróleo, principalmente, em função da desaceleração dos preços de produtos da carne e da gasolina, respectivamente. Esse último foi beneficiado pelos reajustes baixistas de combustíveis e deve continuar recuando nas próximas divulgações. Por outro lado, o minério de ferro foi o principal fator para que a queda do IPA  fosse mais moderada que a esperada. As cotações da commodity sofreram forte alta no último mês, mas já estão começando a dar sinais de arrefecimento, o que deve favorecer o IPA Industrial nas divulgações seguintes. Por fim, os demais componentes também contribuíram para a queda do indicador. O IPC desacelerou de 0,63% para 0,20% e o INCC cedeu de 0,38% para 0,09%.

Nenhum comentário:

Postar um comentário