sexta-feira, 28 de setembro de 2018

Artigo, Marcelo Aiquel - A grande mentira de Geraldo Alckmin


         Ontem, tomei um dramim, respirei fundo, e fui assistir a “grande comédia” que é a propaganda eleitoral gratuita.
         Além da surpresa de ver um ficha suja, condenado e preso, fazer propaganda e campanha para um “poste”, me deparei com o programa mentiroso do fracassado (e várias vezes denunciado pelo MP) Geraldo Alkmim.
         O representante da aliança que reúne a “nata” da corrupção brasileira, e navega num amargo quarto lugar na corrida presidencial, assumiu a (vergonhosa, para ele) posição de único candidato que pode derrotar o PT, sabidamente o lugar do Capitão Bolsonaro.
         A quem este Alkmim (um político profissional) pensa que engana?
         Só a alguns desavisados e irresponsáveis. E olhe lá!
         Votar no Alkmim é apostar no caos, com uma chance altíssima de sucesso.
         Com aquelas “velhas promessas” de sempre, agora o Alkmim não aparece mais na telinha, trocado por uma mulher que mão se cansa de repetir estas mentiras.
         Até quando ele pretende chegar? Eu aposto que ele não alcança nem o terceiro lugar na disputa.

6 comentários:

  1. Alckmin já nasceu morto e é o único que não sabe disso.

    ResponderExcluir
  2. Bolsonaro no 1 turno.
    Tchau PT e PSDB.

    ResponderExcluir
  3. Lula diz a bocas pequenas "eu gosto é de alco im min."

    ResponderExcluir
  4. Acho que os comentários e o ponto de vista do articulista, estão completamente divorciados dos fatos. Das quatro maiores economias estaduais do Brasil a única que está saudável é a de São Paulo. São Paulo financia grande parte da federação. Recebe do governo o equivalente à décima parte do que contribui em impostos. No tocante à segurança é o que apresenta os melhores índices no país. O IDH é o melhor da federação, e teve Alckmin como governador quatro vezes nos últimos anos. Quem tem melhor currículo do que ele????? Seria saudável, para quem não tem assunto para se manifestar, que inicialmente, aprenda com os fatos a se posicionar e aferir se seus argumentos tem fundamento. Em tempo, não pretendo votar nele, mas merece meu respeito.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Paulo, São Paulo é progresso total, mas não devido a Alckmin.

      Excluir
  5. É Paulo você tem toda razão,mas o que se esperar de um candidato que foi devidamente queimado pelo próprio partido,quando o chefão mor (FHC),diz em plena campanha, que apoiará o PT no segundo turno.

    ResponderExcluir