quinta-feira, 4 de abril de 2019

Inflação das commodities subiu 2,57% em reais (março sobre fevereiro)

O IC-Br (Índice de Commodities – Brasil), indicador que mensura o preço das commodities em reais, avançou 2,57% na passagem de fevereiro para março, de acordo com dados divulgados ontem pelo Banco Central. 

A elevação na margem é resultado do aumento nos três segmentos que compõem o índice: commodities agropecuárias, metálicas e energéticas, com destaque para esta última, cujo crescimento mensal registrado foi de 5,61%. 

As commodities agropecuárias, que contemplam grande parte da pauta exportadora brasileira, obtiveram alta de 1,19% no mês, enquanto que na variação dos últimos doze meses, registraram elevação de aproximadamente 15%. Esses movimentos têm refletido nos preços ao atacado e varejo nos últimos meses. 

A elevação dos preços do petróleo afeta diretamente a inflação ao consumidor, através dos reajustes dos preços de combustíveis. Por outro lado, o aumento recente da inflação de alimentos parece refletir mais questões internas de colheita (destaque para feijão e alimentos in natura), do que avanços nas cotações internacionais dessas commodities.



 No caso das metálicas, o impacto que será observado sobre os preços ao consumidor deve ser mais gradual, limitado pela ociosidade da economia. Nesse sentido, apesar desses choques de oferta observados no curto prazo, mantemos nossa visão benigna para a inflação do consumidor ao longo desse ano.

Nenhum comentário:

Postar um comentário