segunda-feira, 15 de outubro de 2018

Artigo - Petismo, anti-petismo e pacificação


No Brasil em que eu vivo com os olhos bem abertos, o antipetismo acabou se tornando a maior força política, suplantando o petismo. Não houvesse um petismo a suscitar antagonismo, não surgiria a reação contrária.
 Desde que foi criado, o petismo se dedica à criação de antagonismos, fornecendo instrumentos institucionais, organização, recursos humanos e financeiros para o lado que ocupa nos conflitos que cria e estimula. Enorme esforço tem sido despendido pelo PT para que os brasileiros sejam identificados e antagonizados pela cor da pele, pela etnia, pela cultura, pela região do país, pelo tal de gênero, pela faixa etária, pelo extrato de renda, pela relação de autoridade (pais/filhos, professor/aluno, policial/cidadão, criminoso/vítima), pela posição política e ideológica, e por tudo mais que a inventividade possa suscitar. Assim é o petismo.
Mas não é daí que vem o antagonismo. Ele surge do empenho em transformar essas realidades em conflitos nos quais a parte supostamente protegida pelo petismo é ensinada a ver a outra como inimiga. E o que é pior: sendo a ela imputadas as intenções mais vis. É o que acontece quando repetido incessantemente, por exemplo, que o PT é malvisto pela classe média porque esta não quer pobre viajando em avião ou comendo filé mignon. Ou quando se diz que o brasileiro é racista, machista e homofóbico. Ou quando se pretende, em sala de aula, contra a vigorosa reação nacional, confundir a sexualidade das crianças com ideologia de gênero como “conteúdo transversal”, vale dizer, em todas as disciplinas... Ou quando se insulta a direita liberal e/ou conservadora chamando-a de fascista. Ou quando se tenta impedir a projeção de um filme do Olavo ou uma palestra de Yoani Sanchez. Ou quando se afirma que o pobre é pobre porque o rico é rico. Ou quando, aos olhos e ouvidos da população indignada com a roubalheira promovida no país, é dito que os condenados são heróis do povo brasileiro, ou que o preso é um santo julgado por magistrados patifes. Não se diz essas coisas para um povo que foi roubado nas proporções em que os brasileiros foram! Mas o petismo diz.
Tenta-se hoje, por todos os meios, impingir à opinião pública a ideia de que liberais e conservadores “odeiam” todos aqueles cujas posições são fomentadas pelo discurso petista. No entanto, essa é mais uma vilania! A exasperação tem como causa o petismo dizendo o que diz e fazendo o que faz. É o petismo que suscita rejeição; não é o pobre, nem o negro, nem o índio, nem o homossexual, nem o esquerdista, nem sei lá mais quem.
A impressionante renovação promovida pelos eleitores em sete de outubro nada teve a ver com qualquer “efeito manada”. Bem ao contrário, significou a tomada de decisão, livre e soberana, de uma sociedade cuja opinião vinha sendo desprezada por supostos tutores confortvelmente acomodados nos espaços de poder institucional, nos grandes meios de comunicação e no ambiente cultural. A necessária pacificação nacional será difícil, porque todos sabem como se conduz o petismo quando na oposição.

4 comentários:

  1. A estratégia do conflito interno na sociedade vem dos partidos comunistas em Frankfurt. É exatamente o que eles mandam: destruir a sociedade ocidental de dentro pra fora...

    ResponderExcluir
  2. Um dia, um certo senhor, dono, possivelmente, da mais profunda sabedoria social, sintetizou seus ensinamentos, dizendo: "Amai-vos uns aos outros como eu vos amei". Amar nossos semelhantes é, acima de tudo, uma questão de inteligência. Amar nossos semelhantes significa, particularmente, colaborar para se gerar uma sociedade mais harmônica, potencializando, como consequência, o fator sinergia, que á o grande atributo que determina nossa qualidade de vida social. Fomentar o enfrentamento, sempre resulta na deterioração da qualidade de vida de todos os membros de uma sociedade, e esse tipo de ação é sempre obra de manipuladores da consciência popular, que são os únicos interessados na eclosão do conflito. Tal ação, se executa explorando a baixa inteligência emocional dos cidadãos, que se deixam arrastar por sentimentos primários sem a intermediação de uma razão lúcida. Vivemos numa sociedade, onde pontificam os manipuladores de consciência, cujo objetivo é induzir o cidadão a agir para atender os objetivos desses agentes. Cabe a nós, nos indagarmos sempre: "será que eu estou agindo no pleno uso da minha consciência, ou sou apenas massa de manobra de interesses de terceiros?" Só há evolução com consciência própria, pois ninguém evolui sem desenvolver seu senso crítico.

    ResponderExcluir
  3. A necessária pacificação nacional será difícil, porque todos sabem como se conduz o petismo quando na oposição.( Políbio Braga )
    PREZADO POLÍBIO
    VIVEMOS O DISCURSO DA MENTIRA, PREGADO POR LULA E SEUS ADEPTOS.
    O DISCURSO DA MENTIRA É A PRÁTICA DO QUE ENSINAVA ANTONIO GRAMSCI.
    E É MUITO SIMPLES DE SER APRENDIDO E MAIS SIMPLES DE SER APLICADO.
    VOCÊ É RICO? ENTÃO VOCÊ NÃO PASSA DE UM BURGUÊS.
    VOCÊ É UM FAZENDEIRO? ENTÃO VOCÊ É UM LATIFUNDIÁRIO IMPRODUTIVO.
    VOCÊ É UM COMERCIANTE BEM SUCEDIDO? ENTÃO VOCÊ É UM SONEGADOR.
    VOCÊ É UM CRISTÃO? ENTÃO VOCÊ É UM ANTISSEMITA ( os judeus mataram Cristo).
    VOCÊ É BRANCO? ENTÃO VOCÊ É RACISTA E TEM ÓDIO AOS NEGROS.
    EU PODERIA FICAR AQUI LISTANDO PÁGINAS E PÁGINAS DA PRÁTICA GRAMSCIANA, MAS O QUE IMPORTA É SABER QUE ESSA PRÁTICA ESTÁ ARRAIGADA HÁ MAIS DE 80 ANOS NO BRASIL! ESSA DIVISÃO DO " nós contra eles" VEM DESDE A INTENTONA COMUNISTA DE 1935, QUE FRACASSOU, COMPROVANDO A TEORIA DE GRAMSCI QUE NEGAVA A REVOLUÇÃO POR MEIO ARMADO E PREGAVA A REVOLUÇÃO CULTURAL. "NÃO TOMEM QUARTÉIS, TOMEM AS ESCOLAS!", PREGAVA GRAMSCI. E ENTÃO LENTA E GRADUALMENTE COMEÇOU NO BRASIL A REVOLUÇÃO CULTURAL. PRIMEIRO, TIRARAM O LATIM DO CURRÍCULO ESCOLAR. O PADRE MILTON VALENTE, JESUÍTA DE ESCOL ADVERTIU: "MAIS UMA VEZ QUEREM TIRAR O LATIM DO COLÉGIO. TUDO QUE SE FIZER CONTRA O LATIM, ESTARÁ SE FAZENDO CONTRA A LÍNGUA PORTUGUESA, E TUDO QUE SE FIZER CONTRA O PORTUGUÊS ESTARÁ SE FAZENDO CONTRA O BRASIL. NOSSO PAÍS ESTÁ DANDO UM GRANDE PASSO PARA TRÁS". E A LUTA DE CLASSES TEVE COMEÇO. O RESTO É DESNECESSÁRIO DIZER. NA MINHA OPINIÃO, SECUNDANDO A OPINIÃO DAQUELE GRANDE EDUCADOR, A ALTERAÇÃO DOS CURRÍCULOS ESCOLARES NO BRASIL FOI UMA FORÇA QUE SE JUNTOU À PREGAÇÃO DE GRAMSCI, POIS É NA ESCOLA QUE SE FORMAM AS GERAÇÕES FUTURAS DE UMA NAÇÃO. DE 1970 PARA CÁ O GRAMSCISMO TOMOU CONTA DAS UNIVERSIDADES ( leia-se USP). E DA USP ATÉ O FORO DE SÃO PAULO FOI UM PULINHO DE NADA. E CHEGAMOS AO ATUAL PONTO DE DEGRADAÇÃO NA FORMAÇÃO DOS ALUNOS, BEM COMO GRAMSCI PREGAVA, NO SEU DISCURSO DA MENTIRA. UMA PROFESSORA NEGRA É SIMPLESMENTE ESPANCADA PELOS ALUNOS QUE DEVERIAM RESPEITÁ-LA. UM CRIMINOSO DE 17 ANOS COM 1,80 DE ALTURA É CHAMADO DE MENOR INFRATOR. UM PICHADOR QUE EMPORCALHA A SUA PROPRIEDADE NÃO PODE SER PRESO PORQUE A SUA PICHAÇÃO É UMA MANIFESTAÇÃO ARTÍSTICA.
    SE VOCÊ TEM UMA PEQUENA FAZENDA E ELA É INVADIDA, E VOCÊ COMPROVA QUE ELA É PRODUTIVA, A ALTA DIREÇÃO DO MST VAI LHE DIZER QUE A PROPRIEDADE É IMPRODUTIVA PELOS CRITÉRIOS DO MST, POUCO IMPORTANDO QUALQUER ARGUMENTO QUE VOCÊ APRESENTE.
    E SE VOCÊ GASTAR O ÚLTIMO CENTAVO COM ADVOGADOS E CONSEGUIR NA JUSTIÇA UMA REINTEGRAÇÃO DE POSSE, DUAS COISAS PODEM ACONTECER:
    1) OS OFICIAIS DE JUSTIÇA AO ENTREGAR AO COMANDO DA INVASÃO O MANDADO DE REINTEGRAÇÃO DE POSSE, TERÃO O MANDADO FEITO EM PEDAÇOS NA MESMA HORA: 2)O ALTO COMANDO DA INVASÃO VAI DECIDIR, EM REUNIÃO A SER MARCADA, SE CUMPRE OU NÃO O MANDADO DE REINTEGRAÇÃO.
    PORTANTO, CARO POLÍBIO, FAÇO MINHA SUA PREOCUPAÇÃO ACERCA DA DIFICULDADE DA PACIFICAÇÃO NACIONAL, CASO VENÇA O BOLSONARO, OU CASO VENÇA O CANDIDATO DO PT. EM QUALQUER DAS HIPÓTESES ACHO QUE OS OPRIMIDOS PELOS GOVERNOS PETISTAS DE TODOS OS CALIBRES, EM TODAS AS LATITUDES CONTINENTAIS DO BRASIL, DO RIO GRANDE AO PARÁ, DO PONTAL DO PARANAPANEMA A RONDÔNIA, ESTÃO FARTOS DE SEREM ESBULHADOS, MASSACRADOS, ROUBADOS, ESPEZINHADOS, OFENDIDOS, EXTORQUIDOS, CHANTAGEADOS, MANIPULADOS, ENGANADOS, FEITOS DE PALHAÇOS POR BANDOS E BANDOS DE BANDIDOS FANTASIADOS DE TRABALHADORES RURAIS; FEITOS DE BOBOS POR UMA ESCÓRIA DE POLÍTICOS TAMBÉM BANDIDOS QUE PROMETEM E NÃO CUMPREM, E QUE FAZEM DE SEUS MANDATOS UMA TEIA INDESTRUTÍVEL DE PERPETUAÇÃO NO PODER PARA ASSALTAREM OS COFRES DA NAÇÃO ATRAVÉS DAS MAIS ASQUEROSAS MANOBRAS E NEGOCIATAS, TUDO A LUZ DO SOL QUE BRILHA EM PINDORAMA.

    ResponderExcluir