quinta-feira, 20 de dezembro de 2018

Tudo sobre a venda da Editora Abril


Fábio Carvalho compra a empresa dos Civita
Geraldo Samor
O empresário Fábio Carvalho, que nos últimos anos se especializou em recuperar empresas em dificuldades, assumirá o controle do Grupo Abril, numa transação que marca uma troca de guarda cada vez mais comum na mídia tradicional – das famílias que a construíram para os outsiders que almeja salva-lá.
O contrato de venda da Abril – em recuperação judicial desde 15 de agosto – foi assinado hoje em São Paulo. Os irmãos Giancarlo e Victor Civita, netos do fundador da empresa, receberão um valor simbólico de R$ mil por um dos grupos de mídia mais influentes do País, passando adiante R$, bilhão em dívidas com bancos, fornecedores e funcionários.
A transação coloca Carvalho – um advogado carioca que estreou na vida empresarial há apenas anos – no comando de títulos como VEJA e Exame, marcas anteriormente imbatíveis e que hoje sofrem com a pulverização do conteúdo e a migração da receita publicitária do papel para o digital.
Carvalho será o CEO do grupo e de todas as unidades operacionais até que outros profissionais sejam designados. O CFO da Abril será Lucas Martinelli, sócio de Carvalho na sua Legion Holdings, o veículo a partir do qual Carvalho controla e reestruturam empresas como a Leader Magazine, uma rede varejista no Rio de Janeiro, e a Liq, a empresa de call Center anteriormente conhecida como Contax.
Nos últimos cinco anos, a receita publicitária da Abril caiu mais de %, enquanto a receita com assinaturas ficou estável em termos nominais, com uma enorme substituição da assinatura impressa pela digital. A venda em bancas caiu pela metade no mesmo período.

Nenhum comentário:

Postar um comentário