quinta-feira, 19 de maio de 2016

Artigo, Marcelo Aiquel - O gato subiu no telhado

      No final da tarde desta quarta-feira, 18 de maio, espalhou-se na imprensa nacional a decisão exarada pelo Juiz Sergio Moro, que condenou o quadrilheiro José Dirceu amais uma pena. Desta vez de 23 anos de prisão.
      Tal condenação foi motivada pela prática de três crimes, sendo que o magistrado o absolveu da acusação de ser o chefe do bando que assaltou os cofres públicos nos últimos anos, num grave “crime continuado” segundo a interpretação jurídica da legislação penal vigente.
      Não é necessário que o cidadão comum tenha mais do que dois neurônios para concluir que, se o Zé Dirceu não era o chefe do bando, alguém deveria sê-lo. Pois, é óbvio e ululante que nenhum bando ou quadrilha funcione sem um líder, um chefe, um cacique...
      E, se não era ele, só poderia ser o outro personagem principal da história. Casualmente, o “ser vivo mais honesto deste país, quiçá do planeta terra...”.
      Com esta singela e evidente conclusão, pode-se dizer que o gato subiu no telhado (plagiando a velha e conhecida anedota!). E foi o gato do Lula, sem dúvida alguma.
      Isto pressupõe, igualmente sem maiores elucubrações, que a hora do molusco está chegando. Ou, para os mais puristas, a hora do “xeque-mate” se aproxima. Velozmente!
      É esperado que, tão logo esta benção aconteça, o INSTITUTO LULA emita uma nota dizendo – entre outras coisas – que:
      1º) O ex-presidente Lula jamais se envolveu em qualquer ato ilegal; jamais mentiu; jamais teve apartamento tríplex no Guarujá; jamais esteve no sítio de Atibaia; nunca levou nenhum objeto do Alvorada para sua casa; nunca viajou com a Rosemary Noronha. Que, aliás, ele nem sabe quem seja...;
      2º) Ele (Lula) é humano e jamais se fantasiou de Jararaca. Nem no carnaval;
      3º) Não conhece, nem nunca conversou com nenhum José Dirceu. Muito menos chefiou alguma quadrilha em lugar ou ao lado dele;
      4º) O ex-presidente Lula anda afastado do cenário nacional devido às centenas de palestras que segue ministrando pelo mundo. Falando nisso, informamos que ele já ultrapassou o Bill Clinton na quantidade e qualidade destes eventos.
      Depois disso, ou quem sabe até antes, será a vez do presidente do PT – aquela figura adjetivada pelo ex-senador e ex-líder do governo petista (Delcídio do Amaral) de PATÉTICO – declarar indignado: “Como que o Zé Dirceu não era o chefe?” “Este juiz Moro não passa de um golpista, um representante da direita liberal, um coxinha fascistóide, um nazista... Estamos diante de uma perseguição odiosa, ilegal e anticonstitucional, ao maior presidente da história deste país!... Viva Cuba; Viva a Venezuela...”.
      Já que o Brasil “nunca antes na história desta nação” foi premiado com um NOBEL, com esta jogada de mestre o Juiz Sergio Moro mereceria o troféu de “melhor enxadrista do mundo”. Pois, com uma artimanha vencedora e pacienciosa, derrubou e desconstruiu o HEROI DOS POBRES.
      Aquele que não se cansava de dizer: “Nunca tiramos tantos milhões da pobreza...”.
      E todos imaginavam que ele se referia às PESSOAS...
      Pois é, Lulla da Silva, teu gato subiu no telhado.

      Marcelo Aiquel – advogado (18/05/2016)



5 comentários:

  1. A hora tá chegando,finalmente vamos conhecer o chefe,dessa quadrilha que devastou nossas maiores empresas deixando-as a beira da falência e quase nos igualou a pujante ,próspera e democrática Venezuela. Cadeia neles juiz Sergio Moro!

    ResponderExcluir
  2. Este será o dia em que a grande cortina da mentira será rasgada. Finalmente o povo brasileiro saberá a realidade sobre o Grande Líder , o Pai dos Pobres, o Rei da Honestidade, etc etc. O foguetório iluminará os céus do Brasil. Quem viver, verá !!!

    ResponderExcluir
  3. Mas agora.. De um momento pra outro, ele teve um problema de saúde e acredito estará indisponível por alguns anos, prolongando até que se encerrem os processos...

    ResponderExcluir
  4. Mas agora.. De um momento pra outro, ele teve um problema de saúde e acredito estará indisponível por alguns anos, prolongando até que se encerrem os processos...

    ResponderExcluir
  5. Mas agora.. De um momento pra outro, ele teve um problema de saúde e acredito estará indisponível por alguns anos, prolongando até que se encerrem os processos...

    ResponderExcluir