quinta-feira, 21 de dezembro de 2017

Entrevista, tenente-Coronel Luciano Zucco - Segurança pública dominará o debate eleitoral em 2018

ENTREVISTA
Tenente-Coronel Luciano Zucco, especialista com passagem pelo Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República

Segurança pública dominará o debate eleitoral de 2018 ?
2018 será o ano para se discutir com profundidade uma solução para a criminalidade no Brasil. 

Por que razão ?
A população está acuada, com medo de sair às ruas e realizar as atividades mais rotineiras, como levar os filhos na escola, ir ao supermercado ou se deslocar ao trabalho. Quando se chega neste nível de medo, o clamor social ecoa mais alto.

O senhor tem falado muito sobre isto. Quando falar com escolares, por exemplo, o que recomenda ?
Nessas conversas, ofereço orientações práticas para evitar situações de risco à vida. No gráfico da segurança pessoal, 90% é prevenção, 5% reação e 5% de sorte.

Como antecipar agressões ?
Prestando atenção em determinados sinais, como a linguagem corporal dos criminosos, divididos em três grupos basicamente: amadores, profissionais e desequilibrados.

Isto não acontece no mundo todo ?
De acordo com estudo divulgado pelo Conselho Cidadão à Segurança Pública e à Justiça Penal, das 50 cidades mais violentas do mundo em 2016, 21 eram brasileiras.

Como anda Porto Alegre na lista ?
 Lamentavelmente, a capital gaúcha ocupa o 43º lugar. Só nos primeiros três meses de 2017, foram mais de 600 latrocínios e homicídios na Grande Porto Alegre. Aproximadamente sete mortes por dia. Nesse contexto terrível, conhecer noções de segurança pessoal pode representar a diferença entre viver ou morrer.


Com passagem pelo Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República, como Coordenador de Segurança, o Tenente-Coronel Luciano Zucco tem um currículo bastante respeitável. Irmão de Delegado e filho de Coronel da Polícia Militar no Rio Grande do Sul, é um estudioso na área da segurança. Possui o curso de Técnicas Policiais na Special Weapons and Tactics (SWAT), o curso de Inteligência da ABIN e Exército, MBA Executivo em Segurança Privada e mestrado em Inteligência Estratégica. Já participou de missões de segurança em todo o território nacional e em mais de 15 países. Também participou da Força de Pacificação nas comunidades do Rio de Janeiro. Atualmente, está lotado no Comando Militar do Sul. 


Contato para entrevistas e palestras:

Nenhum comentário:

Postar um comentário