sexta-feira, 29 de julho de 2016

Artigo, Marcelo Aiquel - Buáááá .... Lula faz queixa

        Fui às lágrimas com a notícia: Lula da Silva, o ser vivo mais honesto do mundo, e também autointitulado o maior palestrante do universo (ao lado de Bill Clinton), queixou-se na ONU contra o Juiz Sérgio Moro.
         Tal qual um menino mimado que reclama choroso do colega que lhe deu um drible no jogo da escola, o nosso “apedeuta” preferido – sempre posando de perseguido e coitadinho – alegou que o magistrado teria violado os direitos humanos nas decisões da Operação Lava Jato.
         Oooohhhhhhhh!
         Depois da ONU, sugiro ao malandro que nada sabe e nada viu que recorra ao Vaticano para queixar-se ao Bispo. Ou ao Papa.
         Agora, falando sério e sem ironias, gostaria de saber de que “direitos humanos” reclama o estrupício de São Bernardo?
         Por acaso ele foi desrespeitado pelos policiais que lhe escoltaram quando foi conduzido a um depoimento coercitivo?
         O suposto desrespeito foi tanto que a PF permitiu o acesso ao local da oitiva de vários políticos amigos dele (Lula). E ainda o liberou para – em seguida – participar de um “teatro” armado na sede do PT de S. Paulo, onde ofendeu a todos que não o bajulam – inclusive a PF e o judiciário; incitou “companheiros” à violência; e fez ameaças se comparando com uma cobra venenosa que não foi morta.
         Todas estas condenáveis atitudes não lhe renderam sequer uma advertência, quanto mais um merecido processo. Que seria apenas mais um diante das enormes e inatacáveis evidências que o ligam a diversos fatos delituosos.
         Curiosamente, a notícia veio no mesmo dia de outra: ‘há provas concretas de que o chefe do PT e sua “galega” comandaram e orientaram pessoalmente as obras de reforma da cozinha do tal sítio de Itaipava’.
         Mas, esta não é aquela mesma propriedade que não era dele? Por que raios ele, que não pega no pesado há anos, resolveu arregaçar as mangas e se meter numa obra de um imóvel que não lhe pertence?
         Tem algo aí que não “fecha”! Ou “fecha” apenas na cabeça doentia dos que o acham inocente e injustiçado.
         Após ser fotografado no tríplex da OAS (nunca se explicou porque), o mentiroso mor do país reforma a cozinha de um sítio que não é (e ainda diz que nunca foi) dele.
         Ora, isto soa igual eu patrocinar uma reforma na decoração do iate do Nelson Piquet, onde nunca estive e possivelmente nunca estarei.

         Ou seja, a mentira realmente tem pernas curtas. E nove dedos!

Nenhum comentário:

Postar um comentário