quinta-feira, 14 de junho de 2018

Artigo, Marcelo Aiquel - E agora ? O trapaceiro foi desmascarado


         “The game is over”, diria um jogador independente e realista.
         Mas não foi o que noticiou a Rede Globo á respeito do mais importante passo da diplomacia mundial nos últimos tempos.
         Mesclando seu noticiário com a Copa do Mundo FIFA, a Rede Globo deu mostras de que o amestrado (por ela) povo brasileiro gosta mesmo é de panem et circenses.
         É o aborto de uma guerra nuclear que poderia (ou poderá, ainda?) acabar com o mundo, mas para a R. Globo o importante foi o passeio da nossa seleção uma praia na Rússia.
         Porém existe outro motivo para tamanha desinformação jornalística. E é um motivo relevante para a editoria do grupo, mais preocupada em “descer o pau” (com ou sem razão, pouco importa) no Trump do que contar a verdade ao Brasil.
         Assim, a vitória do Trump (e do mundo todo) sobre o ridículo ditador da Coréia do Norte (um bossal mimado) foi desvalorizada, diminuída. Como se fosse uma obrigação do presidente americano costurar esta paz. Coisa que o “festejado” Obama jamais conseguiu em oito anos, para tristeza de muitos!
         Ao tratar com desprezo a vitória do “odiado” Trump, a Rede Globo aponta claramente para a posição moral que acredita. Segundo ela, elogiar a estratégia do Trump, é igual a aplaudir um caixa eletrônico por lhe dar o dinheiro regularmente sacado!
         E assim vai fazendo a cabeça dos brasileiros...
         Será que é tão difícil ser transparente, estar ao lado da verdade?
         Pois, agora, a editoria do grupo vai “inventar” mais uma mentira sobre o Trump. E reverberar!
         Porque, este “blefadorzinho de meia pataca” ele já derrotou.
         Gostem ou não...

Um comentário:

  1. A Globo sabe que os seus dias estão contados, caso Bolsonaro ganhar será cancelada a concessão. Essa empresa desvirtua todos os valores morais e cristãos, coisa que Trump defende e que fere os jornalistas comunistas da Globo. Globo não passa uma empresa que é um grande resíduo, ou melhor lixo (até esse politicamente correto ela inventou não existe lixo e sim resíduos).

    ResponderExcluir