quinta-feira, 25 de outubro de 2018

Nota do candidato José Ivo Sartori sobre fake news

Os fatos que passaram a ocorrer nas redes sociais são muito graves. O candidato Eduardo Leite agora passa a atacar-me pela suposta manipulação de uma foto de sua família. Diz-se vítima de fake news. E, em seguida, é ajudado por Luciana Genro, Roberto Robaina e alguns dos meus principais opositores. Todos se unem para carimbar-me com adjetivos desairosos, que nunca fizeram parte da minha trajetória. Criam uma espécie de roteiro de novela, como se algo tivesse partido de mim ou de minha campanha. Sem nenhuma prova! Fazem isso também com outras denúncias. A partir disso, tentam transformar o candidato adversário numa vítima.
A gurizada me disse que isso é “fake news” de “fake news”, uma artimanha para criar engajamento. Eu chamo também de vitimismo, uma armação para criar caso a três dias da eleição. Ora, percebam: não é por acaso que alguns integrantes do PT e do PSOL começaram a difundir imediatamente essa novela criada pela campanha do Eduardo. Que aliança lamentável!
Mas se o uso manipulado de uma foto de sua família realmente aconteceu, Eduardo, peço que procure a Polícia e a Justiça imediatamente. Porque, concordo, é muito grave! Peça a abertura de uma investigação profunda. Foi isso que fiz quando passei por situação semelhante, mas nunca causei alarde – porque sabia que isso exporia ainda mais as pessoas que eu amo. A propósito, é a primeira vez que falo sobre isso.
Eu sei o que significa família, Eduardo. E respeito muita a sua, embora nem sempre tenha tido a mesma reciprocidade. Então, não fique acusando a mim ou à minha candidatura por algo que jamais fizemos ou sequer autorizamos. Sou um homem democrático, respeito a diversidade e a liberdade de escolha.
Sou atacado ferozmente há quatro anos, e sempre tive maturidade para lidar com isso. Não me meça pela sua régua, Eduardo. Tenha respeito. Minha dignidade está muito acima desta ou de qualquer eleição, e eu não a perderei.
Chega de fazer chicana nas redes sociais! Estejamos à altura do que os gaúchos esperam de seus candidatos a governador do Estado. Vamos falar de saúde, segurança, educação. Vamos falar de futuro. Os desafios da vida real é que precisam mover nossas energias

Nenhum comentário:

Postar um comentário