sábado, 4 de julho de 2020

Vitor Koch denuncia campanha de "calúnias e ódios" contra ele. Koch é presidente da Federação de CDLs do RS.

Eis a nota que ele distribuiu ontem a noite:

Há três anos o presidente da Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Rio Grande do Sul – FCDL-RS, Vitor Augusto Koch, vem sendo vítima de uma campanha de calúnia e ódio que busca destruir a reputação de um homem cuja trajetória de vida pessoal e profissional é extremamente correta. 

Os ataques mentirosos e insanos ao presidente Vitor Augusto Koch têm origem em duas situações:

- A primeira, a partir de 2016, quando a CNDL iniciou sua articulação para retirar o SPC Brasil da base associativa lojista, transformando-o em uma empresa de capital aberto (S.A.). Vitor Augusto Koch, se posicionou contrariamente a este fato e por isto começou a ser desleal e caluniosamente atacado pela Confederação, com o objetivo de afastá-lo da presidência da FCDL-RS;

- A segunda, refere-se à justa cobrança que a FCDL-RS fez à CDL Caxias do Sul por causa da dívida da entidade caxiense, relacionada a sonegação da contribuição social não repassada à Federação, que hoje chega a casa dos R$ 2,5 milhões.

A partir desse processo de cobrança, a CDL Caxias do Sul passou a praticar uma oposição desleal ao presidente Vitor Augusto Koch, promovendo uma série de ataques a sua honra e cooptando de maneira obscura três diretores da Federação: o 1º vice-presidente Jorge Claudimir Prestes Lopes, de Uruguaiana; o vice-presidente Fernando Luis Palaoro, de Farroupilha; e o 1º diretor-financeiro, Moacir Paulo Lodi, de Soledade.

Desde que os cooptou, a CDL Caxias do Sul, custeia os gastos judiciais e presta assistência jurídica aos três em seus ataques, acusações falsas e constrangimentos impostos à FCDL-RS e ao seu presidente. Todas as ações jurídicas por eles promovidas foram recusadas ou indeferidas pelo Poder Judiciário.

E mais:

- Em 2018, o vice-presidente Fernando Palaoro, tentou extorquir da Federação R$ 500 mil para não denunciar às autoridades supostas irregularidades na entidade que ele dizia existir.

- Em 2019, o empresário Pedro Ênio Schneider, prestador de serviço à FCDL-RS, foi levado à força a prestar depoimento inverídico na 17ª DP de Porto Alegre para acusar o presidente Vitor Augusto Koch de cometer irregularidades na Federação, fato este afirmado pelo próprio Pedro.

As gravações de áudio que comprovam estes gravíssimos fatos estão disponíveis a todos os interessados.

Em maio deste ano, Jorge Prestes Lopes, Fernando Palaoro e Moacir Lodi, acompanhados de Giancarlo Ferriche Fonseca, também de Uruguaiana, realizaram novos atos criminosos. Pervertendo uma decisão do Poder Judiciário gaúcho tomaram de assalto a sede da Federação, em Porto Alegre. Na ocasião, Jorge Prestes Lopes chegou a desfaçatez de se autoproclamar presidente da FCDL-RS, forçando o presidente legítimo, Vitor Augusto Koch, a se retirar da sede sob ameaças, especialmente de Fernando Palaoro, que tentou arrombar a porta da sala da presidência.

No dia seguinte a este lamentável evento, os três novamente atacaram, arrombando portas da FCDL-RS, trocando senhas de acesso, desligando as câmeras de segurança e manuseando documentos internos da Entidade. Ata notarial detalha tal ação.

Não é mais possível conviver com tais atos praticados por Jorge Claudimir Prestes Lopes, Fernando Luis Palaoro e Moacir Paulo Lodi, pela CNDL e pela CDL Caxias do Sul, que objetivam a destruição de um cidadão sem máculas éticas, que dedica sua vida à construção do associativismo dos lojistas gaúchos, trajetória esta que inclusive o elegeu Presidente do Conselho Deliberativo do SEBRAE/RS entre 2011 e 2014.

As muitas conquistas que Vitor Augusto Koch obteve para o varejo do Rio Grande do Sul não serão manchadas por pessoas sem nenhum tipo de escrúpulo ou moral. A VERDADE PREVALECERÁ!

Um comentário:

  1. Parabéns Jornalista Polibio Braga por abordar este assunto. Vitor Augusto Koch tem sido grandemente injustiçado e caluniado por ter uma conduta correta na condução da FCDL-RS. Lamentavelmente estamos vivendo em uma época em que o bem parece estar sendo demonizado. Graças a atitudes como a sua, de praticar o bom jornalismo e buscar veicular sempre a verdade, ainda temos algumas referência de credibilidade para nos municiarmos de informações de qualidade.

    Como contribuição a sua postagem, envio abaixo os links das gravações citadas, as quais ouvi ao acessar o site da FCDL-RS. Se não fossem tais provas, seria difícil de acreditar que tal situação realmente pode acontecer.
    https://fcdl-rs.com.br/wp-content/uploads/sites/16/2020/07/%C3%81udio-Fernando-Palaoro.mp3

    https://fcdl-rs.com.br/wp-content/uploads/sites/16/2020/07/Audio-Pedro-%C3%8Anio-Schneider-.mp3

    Grande abraço e mais uma vez parabém pelo seu excelente trabalho jornalístico

    ResponderExcluir